CENSURA?

TV Globo se manifesta após ‘censurar’ beijo lésbico em ‘Vai na Fé’

Após a Rede Globo cortar cena de beijo lésbico na novela 'Vai Na Fé', os internautas acusam a emissora de censura e homofobia.

Rebecca Emerick
Repórter do EM OFF

No capítulo de ontem (10), da novela ‘Vai Na Fé’, aconteceria o beijo homoafetivo entre as personagens Clara e Helena, interpretadas, respectivamente, por Regiane Alves e Priscila Steinman. No resumo da novela, que geralmente é postado no ‘Gshow’, os fãs do casal de personagem já saberiam que o beijo entre elas aconteceria no capítulo de ontem, mas ao passar na TV aberta, a Rede Globo cortou a cena, o que revoltou os internautas e a comunidade LGBT que assiste a novela, que falaram sobre censura e homofobia.

Na internet, os fãs subiram a tag ‘QUEREMOS BEIJO CLARENA’ (Clara + Helena) e se revoltaram com a direção da novela, com a Rede Globo e a própria autora, a Rosane. “É justo que façam barulho, eles soltaram nota, colocaram o beijo no resumo, a mais de 2 semanas. Foi um desrespeito o que fizeram com o público lgbt que esperam uma representatividade. em 2023 estamos andando pra trás então cobrem a Rede Globo.”, disse uma internauta. “Gente, vamos dar os nomes aos bois, essa censura pro beijo clarena tem nome: homofobia. Eu aposto que elas nem se engoliram na cena (o que eu gostaria e aprovaria), que nem os casais héteros.”, comentou outra internauta.

Os fãs também lamentaram pela diretora Juh Almeida, que além de diretora de cenas do casal homoafetivo na novela, ela também é uma mulher lésbica e que já havia postado um spoiler em suas redes sociais sobre o provável beijo, dirigido por ela, que ontem não foi ao ar. Após o capítulo e o corte, Ju apagou a foto em seu Instagram. “A Juh apagou as fotos da rê e da pri… nossa que clima merda deve estar naquele lugar hoje. Simplesmente jogaram na cara da autoridade máxima em cena, a diretora, que f*d*ss* o trabalho dela. Tô mal porque isso não só mexe com ela como profissional, mas como mulher lésbica também.”, desabafou a internauta.

Após manifestações dos fãs da novela, a Rede Globo se manifestou sobre o assunto e explicou o motivo de terem cortado a cena do beijo entre as personagens do mesmo sexo. “Toda novela está sujeita a edição. Uma rotina que atende às estratégias de programação ou artísticas. Isso, inclusive, é sinalizado nos resumos de capítulos divulgados pela Globo”, diz o comunicado enviado ao Site Extra.

A autora Rosane Svartman, da novela ‘Vai Na Fé’ foi entrevistada há 10 dias pelo Site Extra e a matéria foi publicada hoje. A autora foi perguntada se os selinhos entre pessoas do mesmo sexo às 19h enfrentam resistência. Os personagens homoafetivos são Yuri (Jean Paulo Campos) e Vini (Guthierry Sotero) e Clara (Regiane Alves) e Helena (Priscila Steinman). “Da parte do público, não percebo tabu. Mas não é a aceitação das pessoas que dita o que se pode ou não mostrar numa novela. Há a classificação indicativa, existem outras instâncias que eu, como autora, não acompanho […] Em geral, na história da TV aberta, há forças de resistência e controle desde sempre. No fundo, tem a ver com a sociedade.” disse ela.

Após o beijo entre as personagens Clara e Helena não ter passado na TV aberta e ter sofrido o corte, a autora se manifestou e disse que não sabia e que não era uma decisão dela, somente da Rede Globo. “O que quis dizer por ‘não acompanho’ é que não é uma decisão minha, infelizmente. A entrevista foi dada há uns 10 dias atrás. Antes de eu assistir o capítulo de ontem, inclusive.”, revelou Rosane.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você está ciente dessa funcionalidade. Consulte nossa Política de Privacidade.