REVOLTA!

Regiane Alves desabafa e faz pronunciamento após censura a beijo lésbico

A atriz de "Vai na Fé" comentou em entrevista a decisão da Rede Globo em cortar as cenas de beijo entre Clara e Helena

Rebecca Emerick
Repórter do EM OFF

A Rede Globo está sendo acusada de censurar as cenas de beijo de casais homoafetivos na trama de ‘Vai Na Fé’, sucesso do horário das 19h. Ao todo, foram cortadas três cenas do beijo entre as personagens Clara e Helena, interpretadas por Regiane Alves e Priscila Steinman, respectivamente. Insatisfeita com a decisão da emissora, a atriz Regiane Alves, em entrevista ao portal IG, se pronunciou e questionou o motivo da emissora se incomodar tanto com um beijo entre duas mulheres.

Na entrevista, Regiane revelou que sente que a emissora está tendo resistência ao exibir as imagens do casal lésbico, e disse ficar triste. “No primeiro beijo, eles estavam um pouco em dúvida, mas colocaram. Mas o Paulo Silvestrini [diretor] já tinha me procurado, falando que eles queriam ter muito cuidado para serem personagens mais aceitos do que já estavam sendo e que talvez não entraria no ar”, relembrou.

“Tanto eu, quanto a Priscila e a Ju Almeida, uma diretora que é lésbica e dirige a maioria das nossas cenas, sentimos um baque de como seria. Até porque, para a artista que estuda e faz uma cena, ela quer que a cena aconteça. A partir do momento que ocorre uma edição, acaba prejudicando um pouco, no sentido de contar aquela história, de como seria. Mas se a Rosane [autora] colocou, é porque ela quer que seja contada”, continuou Regiane, dizendo que além dela, a atriz Priscila Steinman e a diretora de cena Ju Almeida estão decepcionadas. 

Questionamento

A atriz questionou o motivo de um beijo entre duas mulheres ser mais polêmico do que o personagem de Emílio Dantas, que é um estuprador na novela. “É muito louco, porque na história o Theo teoricamente é um estuprador e as pessoas estão aceitando. Estão falando de um estuprador e todo mundo está ‘ok’. Agora um beijo de duas mulheres, por que incomoda tanto? O que agride tanto?”, disparou Regiane.

Sem esconder a decepção com a Rede Globo, a atriz contou que está tentando entender tudo que está acontecendo, porque via a emissora como evoluída. “Estou tentando colher informações para poder ter essa resposta, não sei. Porque vejo a empresa onde trabalho há 24 anos muito à frente do seu tempo […] Sou intérprete de uma história, em que são muitas pessoas envolvidas – emissora, direção, autores e público. Sou só um pedacinho desse todo”, comentou ela.

Fazendo a alegria dos fãs “Clarena”, nome dado aos fãs do casal, Regiane Alves contou que mais cenas de beijo entre as duas serão gravadas, mas que a exibição depende da Rede Globo. “Daqui para frente, a gente está fazendo as cenas com beijos. Mas, na verdade, nunca teve um beijão assim, nunca veio escrito que é um beijo de língua e tal, não existe isso. Existe uma relação de parceria entre as duas, de apoio e que coloca sempre a Clara como uma ‘mola’ para Helena. Estamos fazendo com maior amor, eu e a Priscila não deixamos de fazer”, revelou a atriz.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você está ciente dessa funcionalidade. Consulte nossa Política de Privacidade.