Embate

Marlene Mattos reafirma desejo que sentia de Xuxa morrer cedo

Rainha dos baixinhos conversou com a ex empresária e revelou a rotina e as cobranças que ela e as paquitas recebiam quando estavam no auge

Jenifer Alves
Repórter do EM OFF

O novo episódio da série que conta a história de Xuxa foi lançado nesta quinta-feira, 03. Desta vez, o documentário se aprofundou em mostrar como era a relação entre a Rainha dos Baixinhos e Marlene Mattos e relembrou falas polêmicas da empresária. Marlene, que cuidava da vida pessoal e profissional da apresentadora, dizia que ficava triste por Xuxa ser uma pessoa saudável e que por isso, não morreria cedo.

Segundo Marlene, ela acredita que ídolos têm que morrer cedo e afirmou ainda que segue acreditando nessa ideia. “Você nunca vai morrer de overdose, né? Você não toma nada”. Disse Xuxa sobre as falas que a empresária dizia enquanto ainda trabalhavam juntas.

“Eu sempre fui assim. Aliás, sou pior ainda”, destacou a empresária. Segundo ela, pessoas só virariam ídolos depois que morressem jovens e usou Marylin Morroe de exemplo. Na conversa com a ex-funcionária, Xuxa apontou que conversou com as Paquitas e ficou sabendo de outras falas envolvendo as jovens, que na época, eram adolescentes.

Paquitas

“Tu tem noção do que você com a cabeça das meninas?”, perguntou Xuxa. “Elas vivem até hoje de ser paquitas”, respondeu Marlene Mattos. A empresária disse que deixava as jovens de castigo se tirassem notas abaixo de sete na escola. A ex-diretora da Globo também contou que todas tinham que pintar o cabelo pois eram uma continuação de Xuxa.

“Até hoje fico escutando as pessoas falando que elas eram loiras”, disse Xuxa. “E você fica escutando o que as pessoas dizem?”, respondeu Marlene. Andrea Veiga, ex-paquita, contou que suas antigas colegas de trabalho ficavam trancadas nos quartos de hotel com seguranças na porta.

Segundo ela, existia a pressão para que as jovens não pudessem engordar, mas que durante os trabalhos em outros estados, a única diversão que o grupo poderia ter, era pedir serviço de quarto. “Uma vez bateram na porta e era a Marlene empurrando o carrinho”, relembrou a ex-paquita e amiga de Xuxa aos risos.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você está ciente dessa funcionalidade. Consulte nossa Política de Privacidade.