Eita!

José de Abreu detona Regina Duarte após fala polêmica da atriz

O ator rebateu fake news divulgada por Regina expondo atitudes polêmicas da atriz

Karen Bandeira
Repórter do EM OFF

Na noite deste domingo (12), o ator José de Abreu se pronunciou sobre uma atitude polêmica da colega de profissão Regina Duarte. A atriz vem sendo criticada há bastante tempo devido a sua postura diante de tantas questões sérias do país, sobretudo, quando o assunto é política. Dessa vez, o veterano da dramaturgia usou sua conta oficial do Twitter para criticar as fake news espalhadas por Duarte recentemente.

No tweet em questão, o ator responde a um internauta que questionava o seguinte: “Me diga o que tem fora da lei na pensão dela. Vou ficar esperando aqui sentada você apontar a irregularidade“. E, então, José de Abreu respondeu: “Ela se casou, teve filhos nos casamentos. Finge que é solteira“. Esse diálogo se deu a partir de uma publicação do Deputado Federal Nilto Tatto, em resposta a uma matéria sobre a Regina Duarte, em que a chamada era: “Regina Duarte divulga fake news sobre Lula: ‘Foi eleito pelo STF e TSE’“.

Dona Regina é aquela senhora que se casou 5 vezes, porém, recebe uma boa pensão do Estado brasileiro por ser filha solteira de um tenente do exército que morreu em 1981. Há 42 anos essa senhora desfruta da mamata“, disse o Deputado, em tom irônico, criticando a postura da atriz. Na matéria do UOL comentada por Nilto Tatto, consta que a atriz, no final dessa semana, divulgou informações falsas sobre o processo eleitoral brasileiro.

Ao compartilhar um vídeo do procurador Felipe Marcelo Gimenez, do Mato Grosso do Sul, a atriz reforçou a falsa ideia de que o presidente Lula não teria sido eleito pelo voto do povo, mas sim, a partir de uma ação conjunta premeditada pelo STF (Supremo Tribunal Federal) e pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). No vídeo, o procurador diz, em uma entrevista para uma rádio de sua cidade, que o atual presidente não foi eleito pelo voto popular e que o sistema eleitoral eletrônico não permite que o povo veja a apuração dos votos; dando a entender que o sistema não é confiável.

José de Abreu – sempre antenado em questões políticas – há poucos dias também apareceu na web para se pronunciar sobre o colega de profissão Caio Castro, que recentemente ofereceu um suposto jantar e convidou o ex-presidente Jair Bolsonaro. “RIP Caio Castro. Você pra mim morreu. Gostava do cara enquanto era normal: oferecer jantar ‘prum’ genocida é a morte em vida”, declarou o ator.

Há pouco tempo, também, quem falou sobre a atriz foi o ator Emilio Dantas. O ator, em uma entrevista dada à colunista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo, fez algumas declarações ao ser questionado sobre artistas que apoiam Bolsonaro. “Eu acho errado chamar [apoiadores de Bolsonaro] de artistas (…) Eles podem ser atores, atrizes, apresentadores, empresários, enfim. Podem ser setorizados. Agora, artistas? Não tem como“, afirmou.

É completamente inviável um artista concordar com qualquer coisa que tenha vindo desse tipo de ideologia. Isso não tem a ver com arte. Arte exige empatia”, disse Emilio. Ainda acrescentou, especificamente sobre Duarte: “No caso da Regina, acho que é uma questão de orgulho, de não querer admitir que errou. A passagem pela Secretaria da Cultura foi uma derrota na carreira dela“.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você está ciente dessa funcionalidade. Consulte nossa Política de Privacidade.