Vergonha!

Emilio Dantas faz declaração polêmica sobre Regina Duarte e Cássia Kis

O ator diz 'achar errado chamar de artistas' atores apoiadores de Bolsonaro

Karen Bandeira
Repórter do EM OFF

As atrizes Regina Duarte e Cássia Kis têm sido alvo de muitas críticas, nos últimos tempos, devido, principalmente, a seus posicionamentos políticos. E não é de hoje que seus colegas de profissão também têm se manifestado contra as falas e as atitudes das veteranas da dramaturgia. Nesse domingo (15), o ator Emilio Dantas, que estará de volta às telas da Rede Globo a partir da próxima segunda-feira (16), deu sua opinião sobre as atrizes.

O ator, em uma entrevista dada à colunista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo, fez algumas declarações ao ser questionado sobre artistas que apoiam Bolsonaro. “Eu acho errado chamar [apoiadores de Bolsonaro] de artistas (…) Eles podem ser atores, atrizes, apresentadores, empresários, enfim. Podem ser setorizados. Agora, artistas? Não tem como. É completamente inviável um artista concordar com qualquer coisa que tenha vindo desse tipo de ideologia. Isso não tem a ver com arte. Arte exige empatia”, disse Emilio.

Ainda durante a entrevista, o pai dos gêmeos Roque e Raul, falou sobre o que ele achava que motiva as atrizes a terem esses comportamentos e pensamentos. “Para mim é muito nítido que essas pessoas têm questões próprias. Elas colocaram essa paixão e essa veemência na política porque são impulsionadas por frustrações, por questões muito íntimas“, afirmou. “No caso da Regina, acho que é uma questão de orgulho, de não querer admitir que errou. A passagem pela Secretaria da Cultura foi uma derrota na carreira dela“, completou ele.

Emilio também comentou mais especificamente sobre a outra atriz em questão. “Eu acho que a Cássia Kis cai no mesmo lugar da Regina Duarte. Acho que são problemas ultra pessoais, ultra particulares, que tomam a frente dessa questão. E tem também a postura do Bolsonaro, né? A forma como ele construiu essa figura política, muito galgada no paternalismo. [Como se ele fosse] o cara que vai resolver todos os problemas, o grande herói. Que sabe gritar e latir, mas não sabe o motivo.”

 A atriz Cássia Kis já havia virado assunto na internet na última semana depois que a Veja anunciou que ela seria demitida da emissora onde trabalha atualmente – Rede Globo –, assim que terminasse “Travessia”, novela da qual a atriz faz parte. Mas não foi daí que começou essa história, há alguns meses a veterana vem virando assunto constantemente por sua postura com alguns colegas nos bastidores da Globo e por se mostrar abertamente como bolsonarista. Inclusive, acredita-se que esses sejam os motivos que levaram a emissora a tomar essa atitude.

Já Regina Duarte, está há bem mais tempo envolvida nesses escândalos políticos. A atriz, inclusive, chegou a ocupar o cargo de Secretária da Cultura, em 2020, durante o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro. Com a missão de melhorar a relação entre a classe artística e a indústria da cultura com o governo federal, ficou apenas cerca de dois meses no posto.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você está ciente dessa funcionalidade. Consulte nossa Política de Privacidade.