Campanha

Antonia Fontenelle admite dívidas e suplica por ajuda em áudio vazado

A apresentadora pediu, no mínimo, R$ 500 mil para ajudar a pagar contas referentes a campanha eleitoral

Danilo Reenlsober
Repórter do EM OFF

Em uma série de áudios vazados, a apresentadora e influenciadora Antonia Fontenelle admite possuir uma dívida referente ao período eleitoral do ano passado e pede ajuda para quitá-la. A famosa, ex-esposa do diretor Marcos Paulo, foi candidata a deputada federal no Rio de Janeiro pelo partido Republicano, mas não se elegeu. Ela pede R$ 500 mil para quitar pendências.

Nos áudios gravados antes da eleição, divulgados pela colunista Fábia Oliveira, do portal Metrópoles, neste sábado (15), a youtuber alega ter sido procurada por uma editora para o pagamento pela produção de 60 mil livros para a sua campanha eleitoral. A publicação em questão trata de educação financeira para crianças e jovens e foi ideia da própria influenciadora.

Na gravação, enviada ao Bispo Luiz Carlos Gomes, deputado federal suplente, Antônia Fontenelle diz que está sendo prejudicada por pessoas que eram do seu time na campanha. “A minha paciência, a minha compreensão com o Júlio, ela acabou já tem um tempo, só que hoje acabou de vez. Eu sei que eu me comprometi com as pessoas, uma editora confiou na minha palavra”, diz.

‘Pedindo ajuda’

Ela continua. “E veio num momento providencial, no meio de uma crise que me colocaram. A editora me salvou, entendeu? Temos compromisso. Esse cara não tem palavra, todo dia é uma história e eu não tô aqui pra me prejudicar com pessoas que jogam no meu time. Então, eu estou lhe pedindo ajuda, que isso se resolva pra ontem”, ressaltou a apresentadora.

Antonia Fontenelle ressalta no áudio que a verba de campanha não poderia ser utilizada na publicação dos livros, já que a quantia restante seria ínfima para as demais atividades. “Ontem, a mulher da livraria meteu uma pressão danada, eu dormi muito mal. E com razão que a mulher está fazendo isso, porque ela também está sendo pressionada pelas outras pessoas”.

“O fato é que esse dinheiro desses livros não pode sair, em hipótese alguma, do dinheiro que vem pra mim de campanha. Porque senão eu fico zerada pra fazer uma campanha. Fiz reunião com o pessoal que vai impulsionar minhas redes e fazer um afunilamento direcionado para os meus possíveis eleitores, e só aí foi 180 mil reais”, explicou a youtuber.

‘Não gosto de pedir nada pra ninguém’

Em seguida, Antonia Fontenelle pede ajuda ao Bispo Luiz Carlos Gomes e diz reconhecer seu valor. “Resumindo… Eu tenho minhas fontes, você sabe que eu sou danada, e eu sei quanto vem do partido para as mulheres. Sou reconhecedora do meu valor, da história que eu construí sozinha até aqui, tudo que foi feito até agora foi com ajuda de amigos, mas eu não gosto de pedir nada pra ninguém, de ficar devendo nada pra ninguém”.

“De todo modo, tirando os livros, menos de 500 mil reais não dá! Não dá para eu mexer até 2 de outubro. Daqui a pouco eu vou estar sozinha… Nem esses meus amigos, que estão me ajudando, vão querer mais, porque eles vão estar sem fôlego pra isso. Então, eu preciso contar com você, presidente. Porque, se não for assim, eu vou perder. E pra perder, eu invento uma desculpa qualquer antes do dia e saio de bonita porque eu não vou pagar esse mico”, ressalta na gravação.

Ouça os áudios clicando aqui.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você está ciente dessa funcionalidade. Consulte nossa Política de Privacidade.