ExclusivoJustiça nega pedido de Karoline Lima em processo movido por Éder Militão

Influenciadora apresentou sua defesa e afirmou não ter interesse na realização da audiência de conciliação

Fábia Oliveira
Colunista do EM OFF

O imbróglio envolvendo Karoline Lima e Éder Militão acaba de ganhar um capítulo inédito. Isso porque a influenciadora, que sequer havia sido citada no processo e afirmou publicamente ter tomado conhecimento da ação através da matéria exclusiva feita por esta coluna, já apresentou sua peça de defesa. No entanto, um dos pedidos formulados por Karol em sua contestação, já foi imediatamente recusado pela Justiça.

Karoline Lima afirmou em sua defesa que não tem qualquer interesse na realização da audiência de conciliação, que foi marcada para 23 de fevereiro de 2023. A influenciadora deixou claro, com isso, que não pretende chegar a um acordo com o jogador, fazendo questão de resolver o imbróglio através da Justiça.

Mas, o pedido de cancelamento da audiência feito por Karol, foi recusado, uma vez que o processo foi ajuizado perante o Juizado Especial Cível (JEC). O que quer dizer que deverão ser praticados todos os atos previstos para esse juízo, sendo a realização de uma audiência de conciliação obrigatória. Ou seja, não é uma opção de uma das partes. Isso significa que em 23 de fevereiro de 2023, Karoline Lima e Éder Militão terão que se reunir para discutir uma possível conciliação, ainda que a influenciadora já tenha deixado claro que não possui qualquer interesse nisso.

No processo, a defesa de Karoline afirma que não existe qualquer prova de que ela quis prejudicar ou causar danos à imagem de Éder, como ele alega. Além disso, diz que o jogador é um atleta profissional de um dos maiores clubes do mundo, razão pela qual deveria ser mais cuidadoso com sua imagem. Para isso, deveria parar de acionar a Justiça quando não existem razões para tal, compreendendo que o que aconteceu foi um processo natural de desgaste de um relacionamento amoroso.

Karoline Lima falou ainda que sempre foi totalmente favorável e amiga de Militão, sendo uma das pessoas que mais o incentivava e torcia por ele profissionalmente. No bojo do processo, Karoline expõe uma série de acontecimentos em que ela teria sido preterida pelo jogador, o que teria gerado certas publicações polêmicas em redes sociais. Ela afirmou que os dois passaram por uma tentativa de reconciliação em 28 de junho, mas a mesma não foi bem sucedida. Por isso, a relação chegou a um ponto final no dia 6 de julho.

A Contestação chega até mesmo a falar do nascimento de Cecília, a filha do ex-casal. Segundo Anne, Eder teria contratado uma equipe de filmagens e sua assessoria para divulgar fotos do momento do nascimento para a imprensa. Tudo isso teria sido norteado pelo interesse de “limpar a sua imagem” perante o público. Por fim, ela afirmou que Eder deposita nela a responsabilidade por erros que foram dele próprio.

Entenda o caso!

Esta coluna contou, com exclusividade no dia 9 de setembro, que o jogador de futebol Éder Militão entrou com uma liminar em caráter de Tutela de Urgência, pedindo que Karoline Lima se comprometa a não criar publicações ou conteúdos que o depreciem. Isso porque, segundo ele, a mãe de sua filha teria usado as redes sociais para postar uma série de coisas onde profere ofensas a ele.

De acordo com o que consta no processo obtido por esta coluna, Éder Militão afirma estar sofrendo abusos e agressões à sua personalidade nas redes sociais, principalmente pelo Instagram. De acordo com ele, as importunações vêm, em grande parte, de Karoline de Lima, que usa seu perfil para disparar comentários contra o atleta, com o objetivo de desgastar a sua imagem.

Ainda segundo a ação, Karol incentivaria seus seguidores a buscarem pelos perfis de Éder nas redes sociais, apenas para proferir ofensas contra ele e propagar o discurso de ódio. Já Militão sempre teria agido com respeito e educação com a ex-esposa, o que torna as alegações da mesma totalmente infundadas, servindo apenas para prejudicar a boa fama e a imagem do zagueiro.

Vale destacar que, por ser uma figura pública, Éder Militão considera de muita importância a sua reputação, uma vez que, ele precisa ser bem recebido pelo público para exercer sua atividade profissional. Atualmente, o jogador atua no clube espanhol, Real Madrid.

Com isso, o zagueiro pediu que Karoline Lima seja obrigada a excluir todas as publicações e declarações ofensivas feitas contra ele, com a condenação do pagamento de R$ 45 mil por danos morais. Isso porque, segundo ele, todos os fatos tinham a clara intenção de prejudicar a sua imagem e causar humilhação, abalando a sua honra e moral.

Éder foi intimado para indicar nos autos o endereço onde a Karoline Lima poderia ser encontrada. Ele formulou pedido de segredo de justiça em sua Petição Inicial, que foi negado pelo juízo. A Tutela de Urgência foi indeferida, visto que foi entendido pela Justiça não ficar comprovado que a influenciadora agiu de modo a incitar a conduta de terceiros, da mesma forma que não seria possível vincular os atos dela com os comentários veiculados.

Uma audiência virtual de conciliação foi designada para o dia 27 de fevereiro de 2023.

Após a repercussão do caso, a advogada de Karoline Lima, Gabriella Garcia, disse que a influenciadora estava sabendo no processo através da imprensa. “Algumas pessoas estão entrando em contato comigo, perguntando se há uma ação de alimentos proposta pela Karol contra o Éder. Essa notícia é totalmente mentirosa, não existe nenhuma ação da Karol contra o Éder. O que existe é uma ação, que soubemos hoje através da imprensa, do Éder Militão de indenização contra a Karoline Lima”, falou.

No mesmo dia, Karol publicou um story, sem som, onde aparecia chorando muito. Apesar de não falar sobre o caso, ela enviou uma mensagem para os seus seguidores. “Vocês estão me pedindo pra falar. Desculpa, não consigo. Não sou forte a esse ponto. Minha advogada vai falar por mim, tudo vai estar na minha defesa. Quanto a mim…. bom… Vocês sabem muito bem quem eu sou. Amo vocês”, escreveu ela, por cima de uma foto com a filha Cecília, fruto de seu relacionamento com o atleta.

Leia também:

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você está ciente dessa funcionalidade. Consulte nossa Política de Privacidade.