ExclusivoMC Mirella faz propaganda no Instagram e leva calote

A funkeira, mãe da pequena Serena, acionou a Justiça para receber dinheiro devido

Erlan Bastos
Colunista do EM OFF

A funkeira MC Mirella deu à luz sua primeira filha, Serena, no dia 26 de dezembro e vem mostrando as dificuldades da maternidade nas redes sociais. A famosa também tem enfrentado problemas para receber o pagamento de um trabalho realizado para uma empresa de consórcios. Ela acionou a Justiça para receber o dinheiro após ficar no prejuízo.

A coluna Erlan Bastos EM OFF teve acesso exclusivo ao processo movido pelo pai da funkeira, Antônio Octávio Sierra Fernandez, que também atua como sócio. Na ação, a cantora afirma que firmou contrato para prestação de “serviços artísticos”, assim como “cessão de direitos de uso de imagem e nome” por prazo indeterminado com a empresa Storcar Consórcios.

O documento previa que MC Mirella participaria dos conteúdos publicitários da empresa no Instagram e receberia R$ 6 mil pelo trabalho. No entanto, o valor seria pago em duas parcelas: uma em 16 de junho de 2023 e outra em 24 de julho do mesmo ano.

Prejuízo

Porém, segundo o processo, somente a primeira parcela foi paga. Assim, a cantora, que deu à luz sua primeira filha recentemente, ficou com um prejuízo de R$ 3 mil. A artista fez a cobrança contra a empresa, que não pagou o que havia ficado acordado.

A advogada de MC Mirella, a ex-BBB Adélia Soares, afirma na ação protocolada na Vara Cível do Foro Central de São Paulo que a dívida atual é de R$ 3.599,42, levando em conta a correção monetária do período, além de juros e multas. Assim, a profissional entrou na Justiça contra a empresa cobrando o valor devido à MC Mirella, negando qualquer possibilidade de uma audiência de conciliação.

Nas conversas que constam no processo, o pai de MC Mirella cobra a representante da empresa a quitar o valor devido. “Estou com um problema na minha conta, não estou conseguindo fazer o pix nem transferência”, explica a mulher. Assim, em 28 de outubro, cansado de esperar, ele decide não dar mais nenhum prazo. “Quanto ao valor pendente, foi encaminhado para providências junto ao nosso jurídico”, diz.

Leia mais:

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você está ciente dessa funcionalidade. Consulte nossa Política de Privacidade.